Índios Xucurus reverenciam a luta do cacique Chicão

Índios Xucurus reverenciam a luta do cacique ChicãoCaminhada e rituais unem os índios de Pesqueira em torno das lutas de resistência e de garantia de direitos

Todo dia 20 de maio, em Pesqueira, os índios Xucurus reverenciam a memória do cacique Chicão, assassinado em 1998. Essa data marca as lutas indígenas promovidas pelo líder, que é referência principalmente na batalha contra a ocupação de terras por posseiros. O deputado estadual Isaltino Nascimento foi até a cidade, como vem fazendo nos últimos anos,
para abraçar o novo cacique, Marquinhos, que é filho de Chicão e dá continuidade ao seu legado.

“Esse encontro aqui em Pesqueira é um importante momento de mobilização e luta para garantir os direitos dos povos indígenas”, explica Isaltino, que participou da caminhada da Serra do Ororubá até as ruas da cidade. São mais de nove mil índios vivendo em Pesqueira, que sedia 24 aldeias em 27 mil hectares de terras. Os índios Xucurus fazem da cidade o maior reduto indígena do Nordeste. Lá eles desenvolvem atividades agrícolas e bordados. Os Xucurus são um símbolo de resistência indígena para todo o brasil.